Muitos não sabem quem realmente foi Stanley Meyer, mas ele foi um homem que poderia ter mudado a história, já que ele é o primeiro que conseguiu inventar e patentear uma nova fonte de energia, equivalente ao petróleo, fazendo funcionar um carro usando apenas água.

Stanley Meyer nasceu na cidade de Grove City, Ohio. Após 30 anos de experimentos, ele criou um dispositivo dentro de um motor de combustão que produzia hidrogênio e oxigênio de água a partir do uso da eletricidade, usando um método chamado eletrólise da água. Foi um projeto em que, inclusive o Pentágono, mostrou interesse.

Em 1985, Stanley Meyer foi à televisão dizendo à humanidade que havia inventado um motor que nos libertaria do petróleo.

Sua invenção revolucionária, cercada por mistérios, consistia em quebrar a molécula da água com base em impulsos positivos em vários kilovolts em frequências entre 10 e 15 kilohertz. Essa mistura é injetada no motor e a combustão produz apenas água que sai pelo tubo de escape, que pode até ser reciclada e, portanto, não precisa adicionar mais água.

Meyer não era um cientista e não possuía um diploma universitário, no entanto, ele criou um veículo do tipo buggy capaz de operar usando água como combustível.

Meyer alegou que o custo da transformação era menor do que o combustível necessário para a vida útil do motor, já que apenas 7.4 microlitros de água são necessários para cada explosão para obter 50 HP. E é que a água contém 2,5 vezes mais energia que a gasolina.

Com esta descoberta Stanley Meyer fez várias patentes e trabalhou para a NASA, também foi eleito inventor do ano em 1993.

Em uma corrida na Austrália, no verão de 1985, um carro modificado foi usado com este novo sistema. A corrida teve 1800 milhas e o motor não aqueceu. Mesmo este sistema é muito seguro, já que não há possibilidade de explosão porque o hidrogênio puro não é transportado.

No entanto, Meyer, aos 57 anos, morreu repentinamente em 21 de Março de 1998, depois de jantar em um restaurante. Embora, alguns afirmem que ele foi morto pelas corporações petrolíferas e pelo governo dos Estados Unidos, a autópsia revelou que ele morreu de um aneurisma cerebral. Várias teorias surgiram desde então, alegando que ele havia sido intencionalmente envenenado.

Um dia antes, ele teria assinado um contrato com o Departamento de Defesa dos Estados Unidos. Seu irmão relatou algum tempo depois que tanto o veículo, tipo buggy e seu equipamento experimental foram roubados de sua casa. Seu desenvolvimento permaneceu em mistério, como o fim de sua vida.

Os seguidores de Meyer começaram a procurar o material roubado e estão coletando a pesquisa do inventor. Uma tarefa que envolve cientistas e fãs.

As patentes ainda são válidas e não foram canceladas.

Share
Categorías: Portuguese

Video Destacados

Ad will display in 09 seconds

DESTACADAS Ver más